O Livro dos Médiuns

É o segundo livro e continuação de "O Livro dos Espíritos" conforme definiu Allan Kardec na sua introdução, porque é um livro que também pertence aos Espíritos, pois foram eles que orientaram a sua elaboração.

Veio a publico em maio de 1861, sendo a obra do Espiritismo experimental, conforme se observa na página de rosto com o subtítulo "Guia dos Médiuns e dos Evocadores/Doutrinadores" e tem o seguinte resumo sobre o seu conteúdo:

"Contém o ensino especial dos Espíritos sobre a teoria de todos os gêneros de manifestações, os meios de comunicação com o Mundo Invisível, o desenvolvimento da mediunidade, as dificuldades e os escolhos que se podem encontrar na prática do Espiritismo".

Divide-se em duas partes mais a Introdução.
  • Primeira parte trata das "Noções Preliminares" e reúne quatro capítulos;
  • Segunda parte traz "Das Manifestações Espíritas" e reúne 32 capítulos, abordando os mais diferentes tipos de mediunidade pesquisados por Allan Kardec até questões como "Obsessão", "Identidade dos Espíritos", "Evoluções", "Perguntas que se pode fazer aos Espíritos", "Charlatanismo e Embuste", entre outros.

O "O LIVRO DOS MÉDIUNS" é o roteiro seguro para os médiuns e dirigente espírita de sessões práticas, ajudando-os de maneira correta na tarefa caridosa da comunicação com os espíritos desencarnados, sem improvisações, crendices e o empirismo rotineiro, fruto da acomodação e da falta de um estudo sério da Doutrina Espírita.

* * *

Tempo de Estudos

1. O Que é o Espiritismo?

2. Obras da Codificação
2.1 O Livro dos Espíritos
2.2 O Livro dos Médiuns
2.3 O Evangelho Segundo o Espiritismo
2.4 O Céu e o Inferno
2.5 A Gênese

3.0 Texto "Fora da Caridade não há Salvação"

4.0 Texto "O Homem de Bem"

***

Copyright 2003 - Portal das Casas Espíritas na Internet - www.centroespirita.com.br