O Evangelho Segundo o Espiritismo

Lançado em abril de 1864 é o terceiro livro da Codificação, primeiramente denominou-se "Imitação do Evangelho", para depois, na segunda edição, se consagrar como "O EVANGELHO SEGUNDO O ESPIRITISMO" com 28 capítulos mais a Introdução, que busca explicar as máximas de Jesus, sua concordância com o Espiritismo e sua aplicação às diversas situações da vida.

Nele se destaca o aspecto moral do Cristianismo, com rápidas e profundas passagens dos Evangelhos, com muitas mensagens subscritas, devendo ser, portanto o livro de cabeceira de todo espírita, dada a sua necessidade de orar e meditar, antes do sono reparador das energias físicas e após o despertar do novo dia.

Segundo comunicação datada de 14 de setembro de 1863, os espíritos disseram a Allan Kardec: "Com esta obra, o edifício começa a desembaraçar-se dos andaimes e já se pode entrever sua cúpula delineando-se no horizonte".
"Com muita propriedade ensinou o doce Rabi Galileu:" Buscai a Verdade e a Verdade vos libertará "; e os espíritos sublimes informaram ao iluminado Codificador do Espiritismo: A lei de Deus está escrita na consciência do homem. (Legado Kardequiano, p. 26)".

* * *

Tempo de Estudos

1. O Que é o Espiritismo?

2. Obras da Codificação
2.1 O Livro dos Espíritos
2.2 O Livro dos Médiuns
2.3 O Evangelho Segundo o Espiritismo
2.4 O Céu e o Inferno
2.5 A Gênese

3.0 Texto "Fora da Caridade não há Salvação"

4.0 Texto "O Homem de Bem"

***

Copyright 2003 - Portal das Casas Espíritas na Internet - www.centroespirita.com.br