Livro selecionado: "O Livro dos Médiuns "

ÍNDICE

Capítulo XXXII

Vocabulário Espírita

Agênere (do grego: a, privativo, e géiné, géinomai, — gerar, não gerado). Variedade de aparição tangível. Estado de certos Espíritos que podem revestir momentaneamente as formas de uma pessoa viva, a ponto de produzir completa ilusão.

Erraticidade: Situação dos Espíritos errantes, quer dizer não encarnados, durante os intervalos de suas existências corporais.

Espírito: No sentido especial da Doutrina Espírita: os Espíritos são os seres inteligentes da criação que povoam o universo além do mundo material e constituem o mundo invisível. Não são os seres de uma criação especial, mas as próprias almas dos que viveram na Terra ou em outras esferas, tendo deixado seu envoltório corporal. (O mundo invisível está além do material não só em sentido espacial, mas também qualitativo, interpenetrando-o.) (N. do T.)

Batedor: Qualidade de certos Espíritos. Os Espíritos batedores são os que revelam a sua presença por pancadas e ruídos de diferentes espécies.

Medianímica: Qualidade da faculdade dos médiuns. Faculdade medianímica. - Qualificativo da capacidade própria que permite aos médiuns o exercício da função de intermediários entre os Espíritos e os homens. (N. do T.)

Medianimidade: Faculdade dos médiuns. Sinônimo de mediunidade. Essas duas palavras são muitas vezes empregadas indiferentemente. Se se quiser fazer uma distinção pode- se dizer que mediunidade tem um sentido mais geral e medianimidade um sentido mais restrito: ele tem o dom da mediunidade, a medianimidade mecânica.

Médium (do latim, medium, meio, intermediário.): Pessoa que pode servir de medianeira entre os Espíritos e os homens.

Mediunato: Missão providencial dos médiuns. Essa palavra foi criada pelos Espíritos. (Ver capítulo 31, comunicação XII).

Mediunidade: Ver medianimidade.

Perispírito (do grego, péri, ao redor): Envoltório semimaterial do Espírito. Entre os encarnados serve de liame ou intermediário entre o Espírito e a matéria. Entre os Espíritos errantes constitui o corpo fluídico do Espírito.

Pneumatografia (do grego, pneuma, ar, sopro, vento, espírito, e graphô, escreve): Escrita direta dos Espíritos sem o recurso da mão do médium.

Pneumatofonia (do grego, pneuma e phoné, som ou voz): Voz dos Espíritos, comunicação oral dos Espíritos sem ser por meio da voz do médium.

Psicografia: Escrita dos Espíritos pela mão do médium.

Psicofonia: Comunicação dos Espíritos pela voz de um médium falante.

Reencarnação: Volta do Espírito à vida corpórea, pluralidade das existências.

Sematologia (do grego semá, signo, e logos, discurso): Linguagem dos sinais. Comunicação dos Espíritos por meio de movimentos dos corpos inertes.

Espírita: Que tem relação com o Espiritismo, partidário do Espiritismo, aquele que crê nas manifestações dos Espíritos: um bom, um mau espírita, a doutrina espírita.

Espiritismo: Doutrina fundada sobre a crença na existência dos Espíritos e das suas manifestações.

Espiritista: Essa palavra, empregada desde o início para designar os adeptos do Espiritismo, não foi consagrada pelo uso. Prevaleceu a palavra espírita.

Espiritualismo: Diz-se em sentido oposto a materialismo (Academia). Crença na existência da alma espiritual e imaterial. O espiritualismo é o fundamento de todas as religiões.

Espiritualista: Que se relaciona com o espiritualismo, partidário do espiritualismo. Quem quer que creia não existir em nós apenas matéria é espiritualista, o que absolutamente não implica a crença nas manifestações dos Espíritos. Todo espírita é necessariamente espiritualista, mas pode-se ser espiritualista sem ser espírita. O materialista não é uma nem outra coisa. Diz-se: a filosofia espiritualista; uma obra escrita com idéias espiritualistas; as manifestações espíritas são produzidas pela ação dos Espíritos sobre a matéria; a moral espírita decorre do ensino dos Espíritos. Há espiritualistas que ironizam as crenças espíritas. Nesses exemplos a substituição da palavra espiritualista pela palavra espírita produziria evidente confusão.

Estereótito (do grego stéreos, sólido): Qualidade das aparições tangíveis.

Tiptólogo (do grego tiptô, bato): Qualidade dos médiuns aptos a comunicações pela tiptologia. Médium tiptólogo.

Tiptologia: Linguagem dos sinais por meio de pancadas, modo de comunicação dos Espíritos. Tiptologia alfabética: (Batidas na madeira, na parede ou em qualquer outro lugar, seguindo um código telegráfico ou convencionado na ocasião, pelas quais o Espírito estabelece conversação com as pessoas). (N. do T.)

Copyright 2004 - LAKE - Livraria Allan Kardec Editora
(Instituição Filantrópica) Todos os Direitos Reservados