Livro selecionado: "O Livro dos Médiuns "

ÍNDICE

Capítulo XXX

Capítulo 3º

Das Sessões

Artigo 17 - As sessões da Sociedade realizam-se às sextas-feiras, às oito horas da noite, salvo modificação que for determinada. As sessões são particulares ou gerais, e jamais serão públicas. Toda pessoa que fizer parte da Sociedade, com qualquer título, deve assinar em cada sessão lista de presença.

Artigo 18 - O silêncio e a concentração são rigorosamente exigidos durante as sessões e particularmente durante os estudos. Ninguém pode usar da palavra sem permissão do presidente. Todas as questões dirigidas aos Espíritos serão feitas por intermédio do presidente, que pode recusar- se a fazê-las de acordo com as circunstâncias. São rigorosamente proibidas todas as perguntas fúteis, de interesse pessoal ou de simples curiosidade ou feitas com o fim de submeter os Espíritos à prova, assim como todas aquelas que não tiverem um fim de utilidade geral, o ponto de vista dos estudos. São igualmente proibidas todas as discussões que se desviem do objetivo em causa.

Artigo 19 - Todo membro tem o direito de pedir que seja chamado à ordem aquele que se afaste das conveniências durante a discussão ou que perturbem as sessões de qualquer maneira. O pedido será posto a votos imediatamente e uma vez aprovado será inscrito na ata. Três advertências no espaço de um ano acarretam a eliminação do membro, qualquer que seja o seu título.

Artigo 20 - Nenhuma comunicação espírita obtida fora da Sociedade pode ser lida sem ter sido submetida ao presidente ou à comissão, que podem aprovar ou não a sua leitura. Uma cópia de cada comunicação procedente de fora, cuja leitura foi autorizada, deve permanecer nos arquivos. Todas as comunicações obtidas durante as sessões pertencem à Sociedade. Os médiuns que as receberam podem tirar cópia.

Artigo 21 - As sessões particulares são reservadas aos membros da Sociedade e se realizarão na primeira, na segunda, e se for possível na quinta sexta-feira de cada mês. A sociedade reserva para as sessões particulares todas as questões concernentes à sua administração, bem como as matérias de estudo que reclamem maior tranqüilidade e concentração, ou que ela julgue conveniente aprofundar antes de tratá-las na presença de pessoas estranhas. Têm o direito de assistir às sessões particulares além dos membros titulares e dos sócios livres, os membros correspondentes de passagem por Paris e os médiuns que prestem o seu concurso à Sociedade. Nenhuma pessoa estranha será admitida a sessões particulares, salvo os casos excepcionais e com o assentimento prévio do presidente.

Artigo 22 - As sessões gerais serão realizadas nas segundas, quartas e sextas-feiras de cada mês. Nas sessões gerais a Sociedade autoriza a admissão de ouvintes estranhos que podem assisti-Ias temporariamente, sem delas fazerem parte. Essa autorização pode ser suspensa quando ela julgar conveniente. Ninguém pode assistir às sessões como ouvinte sem ser apresentado ao presidente por um membro da Sociedade, que se torna fiador de seu interesse em não causar perturbação nem interrupção dos trabalhos.

A Sociedade só admite como ouvintes as pessoas que desejam tornar-se membros ou que se interessem pelos trabalhos e já estejam suficientemente iniciadas na ciência espírita para compreender o que se passa. Deve ser recusada a admissão, de maneira absoluta, a quem só tiver por motivo a curiosidade ou cujas opiniões forem hostis. É interdita a palavra ao ouvinte, salvo em casos excepcionais, a critério do presidente. Aquele que perturbar a ordem de qualquer maneira ou manifestar má vontade para com os trabalhos da Sociedade pode ser convidado a se retirar, e em todos os casos será anotado o fato na lista de admissão, sendo-lhe impedida a entrada no futuro.

O número de ouvintes deverá limitar-se aos lugares disponíveis e os que possam assistir as sessões deverão inscrever-se previamente, fazendo mencionar a indicação de quem os recomendou. Em conseqüência todo o pedido de entrada na sessão deverá ser feito vários dias antes ao presidente, único autorizado a conceder os cartões de admissão até o final da lista. Os cartões servem apenas para o dia indicado e para as pessoas designadas.

Não pode ser concedida permissão ao mesmo ouvinte para mais de duas sessões, salvo com autorização do presidente e para os casos excepcionais. Nenhum membro pode apresentar mais de duas pessoas de cada vez. Não serão limitadas as permissões concedidas pelo presidente. Os ouvintes não podem ser admitidos após a abertura da sessão.

Copyright 2004 - LAKE - Livraria Allan Kardec Editora
(Instituição Filantrópica) Todos os Direitos Reservados