Livro selecionado: "Obras Póstumas "

ÍNDICE

I. Considerações Preliminares

Como todas as coisas, o Espiritismo teve o período de iniciação, e, enquanto as questões principais e acessórias, que se lhe prendem, não tiverem satisfatória resolução, não pode dar senão resultados incompletos; poderemos lobrigar-lhe o fim, pressentir-lhe as conseqüências, mas apenas de modo vago e incerto.

Da incerteza sobre os pontos ainda não determinados deviam, necessariamente, resultar divergência sobre o valor a dar-lhes. A unificação não podia ser senão obra do tempo e foi feita gradualmente à medida que os princípios se foram elucidando. Só quando a doutrina tiver alcançado todas as partes, que a constituem, formará um todo harmônico e só então se poderá julgar o que é verdadeiramente o Espiritismo.

Enquanto não foi senão uma opinião filosófica, a sua influência sobre os adeptos não passava da simpatia natural produzida pela comunhão das idéias nunca porém chegou a uma união por laços sérios, que só podem existir quando há um programa claramente definido. Essa é evidentemente a causa principal da falta de coesão e de estabilidade dos grupos e sociedades, que se têm formado. Por isso nos opomos, com todas as forças, a que os espíritas fundem, prematuramente, qualquer instituição especial apoiada na doutrina antes que esta assente em sólidas bases. Seria exporem-se a decepções inevitáveis, cujo efeito seria desastroso, pela impressão que produziria no público e pelo desânimo, que traria aos próprios adeptos.

Esses desastres poderiam retardar de um século o progresso real da doutrina, a qual se imputariam os insucessos que, de fato, teriam sido o resultado da imprevidência. Por não saberem esperar, os apressados e impacientes sempre comprometeram as melhores causas.(*).

Não e lícito pedir às coisas senão o que podem dar, à medida do que podem produzir. Não se pode exigir de uma criança o mesmo que de um adulto, nem de uma árvore recentemente plantada o que ela só produzirá quando estiver em pleno desenvolvimento.

O Espiritismo em via de elaboração só podia dar resultados individuais; os gerais e coletivos serão o fruto do Espiritismo completo em seu sucessivo desenvolvimento. Conquanto não tenham dito ainda a última palavra sobre todos os pontos, é certo que se aproxima do complemento, e é chegado o tempo de assentar numa base forte, durável, conquanto ainda susceptível de receber todos os desenvolvimentos comportáveis pelas circunstâncias ulteriores, e dando toda a segurança àqueles, que desejarem saber quem tomará o seu governo depois de desaparecer aquele que lhe dirigiu os primeiros passos.

A doutrina é imperecível, porque repousa em leis naturais e, melhor que qualquer outra, corresponde às legítimas aspirações da humanidade. Entretanto a sua difusão e definitiva instalação podem ser adiantadas ou retardadas por circunstâncias, algumas das quais dependem da evolução geral das coisas e outras são inerentes à própria doutrina, à sua constituição e organização.

Conquanto a questão de fundo seja a preponderante, a de forma tem aqui importância capital, podendo mesmo sobrelevar àquela momentaneamente, visto poder suscitar-lhe impecilhos segundo o modo como for resolvida. Teríamos pois feito obra incompleta e deixado grandes estorvos para o futuro senão tivéssemos previsto as dificuldades supervenientes. É no intuito de preveni-las, que elaboramos um plano de organização, para o qual aproveitamos a experiência do passado, a fim de evitar os escolhos contra os quais têm dado quase todas as doutrinas que apareceram na Terra. Esse plano foi concebido há longo tempo, porque sempre nos preocupou o futuro do Espiritismo. Por várias vezes temo-lo feito pressentir, vagamente, é certo, mas quanto basta para mostrar que ele não é uma concepção nova e que, embora ocupados com a parte teórica da obra, não esquecemos o seu lado prático.

(*) Para maiores esclarecimentos da questão das instituições espíritas ver a Revista Espírita de julho de 1866, pág. 193. (Nota de Kardec)

Copyright 2004 - LAKE - Livraria Allan Kardec Editora
(Instituição Filantrópica) Todos os Direitos Reservados