Livro selecionado: "Obras Póstumas "

ÍNDICE

Próxima Página

A Nova Geração

30 de janeiro de 1866.
Lião, Grupo Villon. Médium, o Sr. G...

A Terra estremece de alegria! Aproxima-se o dia do Senhor! Todos quantos vivem pelo espaço disputam um lugar na lição. Já os Espíritos de alguns encarnados agitam os corpos, como se quisessem deixá-los; a carne interdita não sabe o que pensar; devora-a um fogo desconhecido. Serão libertos, porque são chegados os tempos; uma eternidade está quase a expirar, uma eternidade gloriosa está quase a despontar e Deus conta o número de seus filhos.

O reinado do ouro dará lugar a outro mais puro: o pensamento será em breve soberano e os Espíritos de eleição, que, vindos de remotas eras, já iluminaram o século, voltam para nova encarnação. Que digo? Muitos já estão encarnados. A sua palavra, cheia de sabedoria, vai ser a chama destruidora dos velhos abusos.

Quantos preconceitos antigos irão rolar por terra quando o Espírito, como uma espada de dois gumes, vier arrancá-los pela raiz! Diretores espirituais do progresso humano, deixam uns as radiantes moradas, outros os grandes trabalhos, em que a felicidade se une ao desejo de se instruírem e vêm tomar de novo o bastão de peregrino, que haviam depositado à entrada do templo da ciência; e dos quatro pontos cardeais do globo, muito breve os maiores sábios vão ouvir, com espanto, a moços imberbes, que virão, em profunda linguagem, destruir argumentos que eles supunham irrefutáveis.

O sorriso de mofa não será mais um escudo de valor, e, sob pena de degradação, ninguém poderá eximir-se de responder. Então, o círculo vicioso, em que se encerram os mestres de balofas filosofias, será invadido e inutilizado, porque os novos campeões trazem um farol, que é a inteligência desembaraçada de pesados véus e, entre eles, muitos terão o privilégio das grandes almas, como Jesus, com o poder de fazer curas e realizar maravilhas, consideradas milagres.

Diante de fatos materiais, em que o Espírito se mostra tão superior, como negá-los? O materialista é suplantado no raciocínio por palavras mais eloqüentes e, no terreno prático, por fatos patentes, positivos e averiguados por todos, porque os novos S. Tomé, grandes ou pequenos, podê-los-ão tocar com o dedo.

Sim; o velho mundo desaba por todos os lados, vai acabar, e com ele todos os velhos dogmas, que apenas brilham pelo dourado com que são galvanizados.

Valentes Espíritos, compete-vos a missão de desfazer essa casca de ouro falso. Fugi, vós que ainda tendes a louca pretensão de sustentar o ídolo, que, aluído nos seus fundamentos, vai cair por terra, arrastando-vos na queda. Fugi, vós que negais o progresso; fugi com as vossas crenças de outros tempos. Por que negais o progresso e quereis bani-lo? É que só quereis primar, primar ainda e sempre; e por isso condensaste o pensamento em artigos de fé, dizendo à humanidade: "Tu serás sempre criança e nós, que recebemos as luzes do céu, somos os encarregados de guiar-te."

Ficastes, entretanto, com as faixas da criança nas mãos, e vendo-a saltar, negais que possa andar só! Será batendo com as faixas, que lhe provareis a força de vossos argumentos? Não, e bem o sabeis. Sentis satisfação, quando proclamais a vossa infalibilidade, supondo que os outros, contra a vossa própria opinião íntima, nela acreditam.

Próxima Página

Copyright 2004 - LAKE - Livraria Allan Kardec Editora
(Instituição Filantrópica) Todos os Direitos Reservados