Livro selecionado: "Obras Póstumas "

ÍNDICE

Duração dos Meus Trabalhos

24 de janeiro de 1860.
Em casa do Sr. Forbes — Médium, a Sra. Forbes.

Calculava que me seriam precisos dez anos para terminar os meus trabalhos; mas a ninguém comuniquei este pensamento.

Fui porém surpreendido por uma comunicação, que me transmitiu um dos meus correspondentes de Limoges, na qual um Espírito, falando dos meus trabalhos, me dizia que eu não os terminaria antes de dez anos.

P. (À Verdade). Como explicar o fato de um Espírito dizer, em Limoges, onde nunca fui, que os meus trabalhos durarão exatamente o tempo que eu calculava?

R. Nós sabemos o que ainda te falta, e por conseguinte, calculamos aproximadamente quando acabarás. É pois natural que Espíritos o tenham dito, em Limoges e noutros lugares, para dar uma idéia da importância do trabalho, pelo tempo que exige.

Entretanto o prazo de dez anos não é exato; pode bem acontecer que se prolongue por circunstâncias imprevistas e independentes da vontade.

Observação. — (escrita em dezembro de 1866). — Publiquei quatro volumes sobre o assunto essencial, sem falar nas publicações acessórias. Os Espíritos me inspiram a publicar A Gênese em 1867, antes das convulsões, em cujo período deverei trabalhar nos livros complementares da Doutrina, que só poderão aparecer depois da grande tormenta e com os quais levarei de três a quatro anos, o que nos leva a 1870, isto é, quase dez anos.(108)

(108) Kardec ainda não percebera a extensão das previsões, que demandariam muito mais tempo, como vimos na nota nº 104. Mas calculou bem o tempo de que necessitava, pois apressou o trabalho e o concluiu em princípios de 1869, quando desencarnou. (N. do Rev.)

Copyright 2004 - LAKE - Livraria Allan Kardec Editora
(Instituição Filantrópica) Todos os Direitos Reservados